Vídeo que mostra homem negro algemado em moto em movimento da PM, viraliza e gera onda de revolta na população

PUBLICIDADE

Nas últimas horas um vídeo que mostra um homem negro correndo algemado atrás de uma moto da Polícia Militar de São Paulo, viralizou nas redes sociais e gerou uma onda de revolta. Segundo informações do portal de notícias online ‘G1’, o caso aconteceu na tarde desta terça-feira (30), na região de Vila Prudente, em São Paulo, capital.

PUBLICIDADE



 PUBLICIDADE

Nas imagens repugnantes é possível ver um jovem algemado a uma motocicleta correndo tentando acompanhar o veículo em movimento, o policial militar e o suspeito já foram identificados. O caso revoltou muitas pessoas nas redes sociais, e repercutiu bastante nos maiores portais de notícias, pois não era necessário o policial ter tomado tal atitude.

As imagens foram tiradas por pessoas que passavam em seu carro, em um dos muitos vídeos que circulam nas redes sociais com as mesmas imagens degradantes, a pessoa que grava zombaria da situação do jovem e dispara: “Você anda como um escravo”. “Você vai roubar mais agora?”, ele pergunta ironicamente.

Em nota, a Polícia Militar afirmou que assim que o caso foi levado ao conhecimento da corporação, todas as medidas cabíveis foram tomadas e o segurança foi afastado de suas funções, pois não era o certo de se fazer tal ato com uma pessoa, ele poderia ter feito a abordagem de outra forma.
PUBLICIDADE




Diversos setores da sociedade se manifestaram diante das imagens, segundo os agentes que assistiram ao incidente, o jovem de 20 anos se fez passar por entregador de comida de um aplicativo, porém, ao ser abordado, vários tabletes de maconha foram encontrados em sua mochila.
PUBLICIDADE

Na reportagem veiculada pelo Jornal Hoje, na tarde desta quarta-feira (01), foram divulgados todos os detalhes do caso. O racismo no Brasil tem sido um grande problema desde a era colonial e escravocrata, imposto pelos colonizadores portugueses. Uma pesquisa publicada em 2011 indica que 63,7% dos brasileiros consideram que a raça interfere na qualidade de vida dos cidadãos.
PUBLICIDADE

fonte: https://tudoakinoticias.com/

Comentários