Pastora evangélica tira a vida logo após o culto e surpreende os fiéis com detalhes assustadores

PUBLICIDADE

Infelizmente mais uma triste notícia no mundo gospel abalou os fiéis e internautas do Brasil, casos de suicídio entre pastoras e pastores sempre causam grande impacto e tem crescido cada vez mais no mundo todo. 
PUBLICIDADE

 PUBLICIDADE

A pastora evangélica de apenas 36 anos de idade, chocou a sua comunidade ao tirar a própria vida em um ato de desespero, e mais chocante foi a forma que ela se matou logo após o culto.

Isso é muito preocupante, pois, os suicídios entre líderes evangélicos tem aumentado cada dia mais e tem gerado alerta no mundo gospel para os perigos da depressão que é uma doença silenciosa que a cada dia tem afetado principalmente pastores e líderes.
PUBLICIDADE
A líder religiosa Mônica Chaves, partiu muito jovem, amigos e familiares ficaram chocados com o acontecimento da sua morte precoce. A página da ONG Anjos Sem Asas no Facebook postou uma mensagem de lamento pela morte da pastora e prestou solidariedade à família.
PUBLICIDADE

Não foram divulgados informação sobre velório e sepultamento pelos parentes e amigos da pastora, e nem a qual ministério ela pertencia.

PUBLICIDADE

O mundo gospel está de luto e lamenta pelos vários casos de suicídio entre pastores ocorridos. Líderes evangélicos estão organizando um grande clamor em todo Brasil para que suicídios sejam cada vez menos frequentes. 
PUBLICIDADE

É importante aproveitar esse momento para pedir que se alguém estiver passando por problemas emocionais procure o mais rápido possível conversar com algum familiar e procurar um médico para se tratar, depressão é uma doença e não é frescura e nem falta de fé em Deus como muitos dizem. 
PUBLICIDADE

fonte: anoticias.com.br

Comentários