Três anos depois, como está o Jovem que teve a testa tatuada “Eu sou ladrão e vacilão”?

“Eu sou ladrão e vacilão”, você com certeza se lembra desta frase tatuada na testa de um rapaz a um tempo atrás.



Ruan Rocha da Silva é o nome do jovem que teve sua testa tatuada forçadamente no ano de 2017.
Recentemente Ruan foi condenado a quatro anos e mais 8 meses de prisão por cometer furto, flagrado roubando um celular, um moletom e 20 reais em um posto de saúde no ABC paulista.
Sandra Regina Nostre Marques é a juíza da cidade da Grande São Paulo na qual tomou a decisão.
Este não é o segundo crime que Ruan cometeu, ele também já foi condenado por furtar 5 frascos de desodorante em um supermercado de Mairiporã em São Paulo.



Tortura
O rapaz ficou conhecido através de um vídeo que viralizou na internet. Neste vídeo tinha um tatuador de nome Maycon Wesley Carvalho dos Reis e seu vizinho Ronildo Moreira de Araújo, e o Ruan.
No vídeo mostra que os agressores prenderam o jovem em uma sala e cometeram uma punição, que seria a tatuagem na testa.
A dupla ainda alega que realmente pretendia aplicar uma lição no jovem, por ter tentado roubar uma bicicleta adaptada.
Acusados de tortura, Maycon e Ronildo foram presos em 9 de julho do ano de 2017.


Comentários